Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Anders Bateva

Nonfiction Litblog. Fichamentos / clippings / recortes de não-ficção. Prospecções literárias em: Ciências Sociais; Informática; e Ciências Ambientais.

Anders Bateva

Nonfiction Litblog. Fichamentos / clippings / recortes de não-ficção. Prospecções literárias em: Ciências Sociais; Informática; e Ciências Ambientais.

"Esquecer & Perdoar" ≠ "Vigiar & Punir"

Felizes no Amor: os segredos da vida a dois - Nancy Van Pelt - Casa Publicadora Brasileira - 4ª edição - 2003 - página 13.

Querida Ann Landers:
Você deve ser feita de pedra. Aconselha a cada esposo ou esposa, filho ou filha, namorado, amigo ou vizinho, a que perdoe e esqueça. Já lhe ocorreu alguma vez que algumas pessoas simplesmente não conseguem? Estão por demais magoadas e feridas. Por favor, tire a cabeça da areia ou das nuvens, ou de onde quer que esteja, e use-a para pensar. É um despropósito esperar que meros mortais ajam como se fossem santos.
Assinado: Humano de Verdade.

Querido Humano de Verdade:
Para aqueles que não gostam do meu conselho de perdoar e esquecer, aqui está uma alternativa: não perdoe e não esqueça. Mantenha vívido cada detalhe agonizador e tormentoso do passado. Fale sobre o problema. Sonhe com ele. Chore bastante e sinta pena de si mesmo(a). Perca peso e apareça perante seus amigos com um aspecto macilento e desfigurado, para que eles se preocupem com você. Desenvolva uma úlcera. Arranje uma enxaqueca. Quebre uma perna. Qualquer coisa que crie dor, e que o(a) ajude a lembrar-se sempre do que aquele rato ou aquela ratazana suja fez com você. Se seguir este conselho, esteja certo de terminar miserável, doente, amargurado(a) e só.
Assinado: Ann Landers.

Após ler "Frankenstein", e ter me identificado com a história, vi que "Vigiar & Punir" não é o melhor caminho para quem deseja ter uma vida feliz. Todo o tempo que gastei guardando rancor (a palavra vem de "ranço") e ressentimento contra outras pessoas poderia ter sido melhor investido em ações mais positivas. E, dado que é impossível esquecer algumas pessoas, pelo impacto que geraram na minha vida, teria sido muito melhor tê-las como lembranças de algo bom, ao invés de serem lembranças de coisas ruins. Felizmente, ainda há tempo na minha vida, e eu pude mudar de atitude. Rumo à felicidade, então!

Objectar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Nuvem de tags (todas as etiquetas)

Arquivo anual

  1. 2021 ...
  2. 2020 (32)
  3. 2019 (15)
  4. 2018 (16)
  5. 2017 (04)
  6. 2016 (02)
  7. 2015 (01)
2012-2014: posts não mantiveram-se

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds